Quer conhecimento, experiência e emprego? Faça um curso técnico!

28 10 2009

Se você colocou na cabeça que a melhor solução para o sucesso profissional é entrar na faculdade imediatamente, pare para pensar.

homem-gritando

Palma, palma não criemos cânico! Uma dica: faça uma escolha em que você ganhe conhecimento, tempo, experiência e mercado.

Mas o que está acontecendo com o mercado de trabalho? Se de um lado, há um batalhão de candidatos, principalmente jovens entre 17 e 25 anos, com formação superior, que não conseguem emprego, do outro lado, as empresas estão dizendo que as vagas existem, mas faltam candidatos qualificados. Como se explica isso?

No Brasil ainda é forte a cultura do bacharel, predomina aquela impressão de que um diploma de curso superior, qualquer que seja, irá resultar em muito mais oportunidades do que um diploma de curso técnico.

Algo que na prática acaba por se demonstrar falacioso, pois, o curso técnico proporciona a tão requisitada experiência de trabalho, de vivência, de rotina que o mercado tanto preza e isso acaba sendo uma vantagem frente os cursos superiores.

Se na graduação tradicional, o estudante demora, em média, quatro anos para receber o seu diploma, o curso técnico forma um profissional numa média de 1,5 ano.

Outra vantagem deste curso é em relação ao valor da mensalidade, os cursos técnicos são, no geral, mais baratos que os tradicionais e os alunos, por se formarem mais rápido, gastam menos.

infografico

Vim, Vi e Venci! E tenho dito.

 Conforme a Confederação Nacional das Indústrias(CNI) 61% das empresas pesquisadas estão capacitando seus próprios técnicos, a falta de técnicos é tão acentuada que algumas empresas estão empreendendo parcerias com escolas profissionalizantes para qualificar seus funcionários. 

Segundo pesquisa empreendida pelo MEC  com 2.657 ex alunos de cursos técnicos, a taxa de empregabilidade dos egressos dos cursos entre 2003 e 2007 foi de 72%, sendo que desses, 65% trabalham em sua área de formação. O número fica ainda maior quando são avaliados apenas os trabalhadores do sexo masculino, neste caso, se chega a 71%.

Outro indicador positivo é o alto nível de satisfação dos ex alunos com a carreira que fica na casa dos 86%, justamente por conta dos altos índices de absorção pelo mercado de trabalho.

Champion

Eu sou o Cara! We are the champion my friend...

A pesquisa revela ainda que o “salário também ajuda, já que 59% dos entrevistados consideram que recebem a média salarial compatível com o mercado e 11% julgam receber quantias maiores que a média”.

As diferenças entre os sexos são maiores: “apenas 6% das mulheres que fizeram curso técnico acreditam receber mais que a média do mercado, com os homens, é mais que o dobro: 14%. Já entre os que confirmam receber menos que a média, os homens são minoria, 26%. Entre as mulheres a porcentagem é 37%”.

A qualidade do emprego também é grande: “dos entrevistados, 59% têm a carteira de trabalho assinada pelo atual empregador, 14% são funcionários públicos concursados e 3% são donos de negócio”.

objetivo

Acho que os dois ali de cima fizeram curso técnico!

Se você quer conhecimento, aprendizado, experiência e carreira o curso técnico te dá o empurrão.

Procure uma instituição de ensino técnico séria, procure conhecer a estrutura da escola, grade curricular do curso, procure verificar a autorização dos cursos junto ao Conselho Estadual de Educação, se o estabelecimento de ensino está de acordo com as determinações legais.

Acesse o site do SISTEC que é o Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica do MEC  http://sistec.mec.gov.br/consultapublicaunidadeensino#. 

Este sistema disponibiliza, mensalmente, informações sobre cursos técnicos de nível médio, respectivas escolas e alunos desse nível de ensino. 

Todas as unidades de ensino, no país, credenciadas para oferta de cursos técnicos de nível médio, independentemente da sua categoria administrativa (públicas e  privadas, incluindo aquelas referidas no art. 240 da Constituição Federal, de 1988), sistema de ensino (federal, estaduais e municipais) e nível de autonomia, devem se cadastrar no SISTEC.

E aí é só embarcar e curtir a paisagem, que a chegada ao destino será certa!

Curso Técnico é ensino que cria emprego, pense nisso!

www.escoladsagres.com.br

Fontes: info.abril; portal MEC; globo.com; Confederação Nacional das Indústrias (CNI).





TED – Idéias que valem a pena difundir.

26 10 2009
ted

Dizem que sou louco por pensar assim...Mas louco é quem me diz e não é feliz...

O TED – Technology, Entertainment, Design – é basicamente um evento onde se discutem e se apresentam grandes idéias, sobre economia, tecnologia, design, entretenimento, ciências e outros campos de conhecimento.

Até bem pouco tempo, os vídeos só eram acessíveis a quem fosse detentor de um bom inglês, e ainda é o caso de muitos deles, mas recentemente, foram abertas as traduções de legendas para voluntários e caso você possua um inglês, digamos, quase britânico e boa vontade, dê uma olhada no programa de tradução.

Quando clicar no Play, não se esqueça de habilitar a legenda logo ao lado, no View Subtitles e escolha a língua portuguesa (do Brasil). Todos os vídeos com tradução para o português do Brasil tem legenda pt_br.

 As conferências da TED tomaram grandes proporções e acontecem nos Estados Unidos, Reino Unido e Índia. Nomes como Bill Gates, Gordon Brown, Al Gore, Bono Vox, Richard Dawkins, Dan Dennett, Freeman Dyson, Murray Gell-Mann, Peter Gabriel entre outros, já palestraram nestes eventos.

Como amostra do que estamos falando clique no link abaixo e assista o relato de William Kamkwamba do Malawi (país da África Oriental, que fica limitado a norte e a leste pela Tanzânia, a leste, sul e oeste por Moçambique e a oeste pela Zâmbia) que aos 14 anos, em meio à pobreza e fome construiu um moinho para gerar eletricidade para a casa de sua família.

Hoje, aos 22, William Kamkwamba, palestrante no TED, pela segunda vez, conta com suas próprias palavras a emocionante história da invenção que transformou sua vida.

“A gente muda o mundo na mudança da mente
E quando a mente muda a gente anda pra frente
E quando a gente manda ninguém manda na gente”

http://www.ted.com/talks/lang/por_br/william_kamkwamba_how_i_harnessed_the_wind.html

Fonte: www.ted.com